Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Ações de combate à violência nas escolas serão articuladas com forças de segurança do Estado

Publicação:

Vice-governador, Ranolfo Vieira Júnior, destacou a importância da Cipave no projeto "Sem Violência RS"
Vice-governador, Ranolfo Vieira Júnior, destacou a importância da Cipave no projeto "Sem Violência RS" - Foto: Cipave
Por Diego da Costa

O Programa Comissões Internas de Prevenção de Acidentes e Violência Escolar (Cipave), da Secretaria Estadual da Educação (Seduc), foi apresentado, na quarta-feira (13), ao vice-governador e secretário de Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior. O encontro ocorreu no Centro Administrativo Fernando Ferrari (Caff). A proposta do Governo do Estado é que, a partir de 2019, o combate à violência nas escolas seja trabalhado de forma conjunta e estratégica com os órgãos de segurança, por meio do projeto Sem Violência RS.

“A Cipave é fundamental no elo com as escolas e com os projetos preventivos de todas as secretarias que têm o objetivo de reduzir os índices de violência. Ela é, hoje, um programa de Estado instituído”, salientou. Segundo ele, o projeto Sem Violência RS irá integrar as ações das secretarias e agregar elementos de esporte, cultura, educação, justiça e direitos humanos.

Conforme a coordenadora estadual da Cipave, Luciane Manfro, a integração das ações de combate à violência irá produzir muito mais resultados para os estudantes. “Não adianta comemorarmos a diminuição da violência nas escolas se a comunidade que o aluno vive continua passando por situações de perigo. É preciso trabalhar ações de prevenção à violência como um todo”, explicou.

Ela ainda destacou que, além da Cipave, dois programas da Seduc terão papel fundamental no novo projeto: o Escola Melhor e o Escola Aberta para Cidadania. “Com estes dois programas vamos buscar parcerias da iniciativa privada e trazer o aluno para dentro da escola nos finais de semana. Tenho certeza que vamos ampliar o desenvolvimento de uma cultura para a paz”, reiterou.

 

 

 

 

Projeto Sem Violência RS

O objetivo principal é consolidar e institucionalizar a Cultura de Paz e a Não Violência com ações de políticas públicas que fortaleçam as relações humanas a partir do diálogo, da tolerância e do respeito à diversidade humana e cultural. A organização envolve um Comitê Gestor com membros do Poder Executivo, Legislativo, Judiciário e ligado diretamente ao gabinete do Vice-Governador.

Entre as missões do projeto, está a criação de um site e de um aplicativo de celular com informações e orientações sobre ações de combate à violência, de ajuda ao cidadão e apoio técnico.

 

Presenças

Participaram do encontro membros do Ministério Público, Procuradoria Geraldo do Estado, 23ª Câmara Cívil do Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul, Unimed, Ordem dos Advogados do Brasil, Defensoria Pública, Conselho Regional de Farmácia, Advocacia Geral da União, Conselho Nacional de Justiça e Polícia Civil.

 

 

 

 

CIPAVE